Neste Blog, o Dr. Paulo Branco irá publicar matérias sobre as suas especialidades, além de responder duvidas e interagir com seus leitores e pacientes.
Fique sempre atualizado para saber das melhores e mais inovadoras técnicas para desenvolver seu bem estar e qualidade de vida.
Envie suas dúvidas e perguntas para: paulobrancoprocto@gmail.com

Youtube - Dr. Paulo Branco

Youtube - Série especial de vídeos

sábado, 9 de agosto de 2014

Dúvidas: Dor retal, anal e cóccix, duvidas dos internautas, 2013.


Dúvidas sobre a Dor retal, anal e no cóccix, enviadas pelos internautas em 2013.
Duvidas: Nos envie a sua.
whasApp: 995204135.
e-mail: paulobranco@terra.com.br

Comentário: Dr Paulo Branco
Essas dores tornam as pessoas praticamente incapacitadas de exercer  qualquer tipo de atividade, no trabalho, esportiva, escolar, viagens, muitas delas se acentuam mais durante a noite, demoram ou são rápidas, aparecem do nada ou tiveram relação com traumatismos, como as dores no cóccix. O diagnostico geralmente eu faço somente pelo exame clinico, e os exames geralmente são normais. O tratamento eu faço pela associação   de medicamentos de manipulação na forma de enemas e/ou pomadas, com fisioterapia, massageamento e quando necessário aplicação local. Geralmente esses pacientes já passaram por vários e diferentes profissionais de saúde, esgotaram os exames e não sabem mais o que fazer.


Dúvidas:
1-Boa tarde, Dr. Paulo acompanho seu blog da medicina integrada e preciso passar por uma consulta devido a fortes dores que sinto na região anal. Moro na região da consolação. Se possível me diga como faço para agendar uma consulta?
Resposta: A Dor na região anal deverá ser investigada, através do exame proctologico clinico e endoscópico. Esses dois se bem feitos poderão confirmar ou afastar as causas proctologicas da dor na grande maioria das vezes, já na primeira consulta e assim realizar o tratamento o mais rápido possível.  Os exames mais complexos e caros, como a Ressonância magnética, eu solicito quando tenho alguma dúvida no diagnostico.


2-Tenho 32 anos e há 2 dias estou sentindo uma dor em queimação terrível no lado direito do ânus, que não está me deixando dormir. Não sei o que fazer, o que será?
Resposta: Tendinite do músculo perianal. É uma variedade da síndrome do elevador. A dor geralmente é constante e não se irradia e poderá demorar desde uns segundos até meia hora ou mais. Muitos pacientes referem que a dor piora quando ficam sentados por longos períodos de tempo. Exercícios para relaxamento perineal, antiinflamatorios oral e muitas vezes injetados no local determinam a melhora do quadro doloroso.


3-Dr. Paulo, meu nome e Marcia tenho 36 anos de vez em quando sinto umas pontadas como umas fisgadas no reto logo acima do ânus e quase sempre meu intestino esta constipado e as fezes duras. Já acordei algumas vezes durante o sono com essas fisgadas e uma dor que dura apenas alguns segundos e some do nada, na sua experiência, o que poderá ser:
Resposta: O seu quadro clinico parece ser de  Contratura Paradoxal, leia no meu site.

4-Dr. Paulo, bom dia. Espero muito que você leia este e-mail e responda. Leio as suas matérias e percebo que você descreve totalmente os sintomas que sinto. Em 2009 fiz uma cirurgia do períneo e retirei o útero, depois desta data praticamente sinto dor todos os dias na região anal, retal e cóccix. Nenhum remédio me ajuda, já fiz tratamento até na clinica da dor. Gostaria muito de fazer uma consulta com você pois tenho certeza que fará exames que me ajudaram a descobrir o que tenho e assim me devolver a minha qualidade de vida.
Abraços, Cleide. Tenho 49 anos.
Resposta: Cleide você poderá vir para SP, mas traga na mala uma ressonância magnética pélvica, que mostrara se a sua dor é consequente as cirurgias referidas. Na clinica eu farei um exame clinico proctologico para as causas proctologicas sejam confirmadas.


5- Dr. Paulo Branco gostaria de saber se há tratamento para contratura paradoxal! Marco
Resposta: Poderá ser definida como um distúrbio complexo e de natureza obscura, caracterizada por Contração, em vez de relaxamento, do músculo puboretal e da musculatura estriada do assolho pélvico , numa atividade paradoxal durante o ato evacuatório, para a sua melhor compreensão , quando as fezes chegam no reto, para sair encontram o ânus fechado, em vez de aberto. Por isso eu sempre penso nesta síndrome nos pacientes que referem dificuldade evacuatória com esforço e dor.
  Tratamento: Postural, medicamentoso e fisioterápico, feito através da reeducação ou reaprendizado da contra do musculo puboretal.

6-Realizei a cirurgia para retirada de todo o útero e no momento estou com muita dor tipo que queima no lado do reto. O que poderia ser e se eu posso tratar com pomadas para hemorroida?
Resposta: Casos de dor perianal com história de cirurgia pélvica, eu gosto de pedir uma Ressonância Magnética da pélvis, para confirmar ou afastar causas geradas pela própria retirada do útero, tais como aderências, granulomas tipo corpo estranho, isto é rejeição a fios de sutura, pontos cirúrgicos, etc. As inflamações que causam esta dor, geralmente são muito profundas, e por isso não são tratadas com pomadas. 

  • 7-   Levei um tombo de bicicleta e cai em cima do cóccix. Depois de duas semanas comecei a sentir uma dor intensa no osso, que já dura 10 meses. Realizei tratamentos com medicamentos anti  inflamatórios, mas a dor retorna, principalmente quando estou sentado. Gostaria de uma orientação sua.

Resposta: Uma das principais causas de inflamação do osso cóccix é determinada pelo traumatismo, o que me parece ser as sua história. Para os casos de trauma, uma radiografia será fundamental para diferenciar se houve uma  fratura ou luxação do cóccix. O resultado da radiografia definirá a melhor forma de tratamento.


8- Obrigada pelas informações contidas no seu blog. Tenho sentido uma ardência /dor anal crônica há alguns meses. Meu medico disse, apos exames, que minha dor possivelmente tem fator psicológico. Já iniciei antidepressivo com acompanhamento há três semanas mas ainda sinto muita ardência. Me identifiquei com a Dor anal crônica ou síndrome dos elevadores do ânus, que o senhor cita no seu blog. Gostaria de saber mais informações sobre os tratamentos  e ficaria grata se pudesse me informar o nome da pomada para poder discutir com o meu medico. Tenho 60 anos de idade. Quero muito poder aliviar esta dor que esta me     impedindo de realizar minhas atividades diárias e me deixando tão triste.
    Desde já agradeço!
           Resposta: Você  leu e entendeu sobre o capitulo da dor crônica perianal, o que me deixa gratificado. O tratamento eu indico após uma confirmação diagnostica da dor, e consta da aplicação de substancias, e uso de medicamentos retais na forma de enema e pomadas para o alivio da dor.  

           9-Há cinco anos que sinto uma ardência no reto, já fui duas vezes no proctologista, fez o toque mas nada constatou, me prescreveu uma pomada, aliviou, mas não parou de arder até hoje, e agora além de arder está doendo ( dor leve de vez em quando ). Evacuo fezes normais, uma vez por dia e não sai sangue. Mas não para de arder. Não sei o que fazer, às vezes sinto até ardência na uretra. Aguardo uma resposta.
     Agradeço de coração!
               Resposta: Obrigado pelo seu e-mail. Eu faria um novo exame clinico, mas agora palpando os tendões perineais, responsáveis pelo sintoma por você referido.
         
          10- Dr preciso agendar uma consulta para meu marido urgentemente, pois ele tem dores na região anal e ninguém descobre o problema. Quando posso agendar?
              Resposta: Muitas dores na região anal, são inespecíficas e o próprio paciente não sabe referir o ponto exato. Onde é examinado, dói. Para esses casos, eu prefiro começar pela analise endoscópica do canal anal e mucosa do reto, exames que faço durante a consulta, para afastar as doenças proctologicas vasculares e inflamatórias que poderão ser responsável pela dor, e complementos com um exame clinico dos músculos e tendões.

          11- Pela primeira vez em mais de 10 anos consigo achar uma informação mais próxima sobre uma dor real que sinto desde os meus 11 anos de idade! Hj tenho 41! Já circulei vários médicos que dizem que além de não ter cura, não há prognostico para o meu problema. Me disseram que é muscular, faço alguns exercícios há anos, e nada. Tenho melhorado um pouco com acupuntura. Já tive fases na minha vida de sentir uma a duas vezes por semana. Hoje são mais raras, ainda bem!
               Moro no Rj, mas gostaria muito de poder fazer uma consulta com o senhor em SP.
                Resposta: O exame clinico é fundamental para o diagnostico diferencial neste tipo de dor. Você poderá ter uma inflamação nos músculos e tendões perianais, que se apresenta clinicamente com uma dor no meio da região glútea. Na realidade essa dor é reflexa ao processo inflamatório primariamente responsável pela dor. Essa dor a característica referida por você, lembra a proctalgia fugaz.  

           12- Cóccix: Tive uma queda de moto há 3 anos atrás e cair de costas sobre a região lombar. Hoje tenho uma dor no osso cóccix que já tentei diversas formas de tratamento e não tenho melhora clinica. Sou do seu tratamento com aplicação e massagem local. Gostaria muito da sua avalição clinica para fazer o tratamento?
               Resposta: Poucos pacientes necessitam fazer o reposicionamento óssea ou ligamentar pela via retal. Essa forma de tratamento apresenta melhor resultado quando há uma alteração de posicionamento das estruturas pelo trauma. Um exame radiológico dinâmico da região sacrococcígea definirá a melhor forma de abordagem.  Nos casos de dor no cóccix, que eu associei a aplicação local ao massageamento, os resultados foram melhores.
    
               13- Cóccix: Costumo andar de bicicleta frequentemente, mas recentemente estou sentindo dor em queimação no lado do reto e na região do cóccix. Devo continuar a pratica deste esporte que poderá esta causando as referidas dores?
               Resposta: Tive pacientes com a mesma dor e que praticavam o esporte. Você deverá evitar, até como forma de confirmar a relação, o diagnostico e de ter uma melhora clinica.


14- Bom, Moro em Natal, sou homossexual e nas ultimas semanas, eu venho sentindo dores e uma ardência no meu ânus, não é sempre, mas na maioria das vezes é quando faço sexo, é um ardor tão grande que não consigo sentar na minha moto para ir ao trabalho, gostaria de saber se isso é um começo de hemorroida, queria saber se existe algum medicamento para aliviar as dores?
               Resposta: Eu tenho pacientes que deixaram ou diminuíram em andar de moto ou mesmo de bicicleta por piorar a ardência e dor anal. O sexo poderá determinar uma proctite, que é uma inflamação na parte interna do canal anal, principalmente se não houver uma lubrifição adequada ou um traumatismo por exemplo pela falta de um relaxamento adequado dos esfíncteres. Não é hemorroida. Casos como o seu, eu faço um exame endoscópico na parte interna do canal anal para confirmar a proctite. A ardência poderá ser pela tendinite, causada possivelmente pela moto. Um exame clinico proctologico confirmaria esta impressão diagnostica.


15- Desculpe entrar em contato via e-mail, mas é que estou distante, moro em Brasília, e estou desesperado. Já passei por 3 médicos diferentes, várias pomadas e exames, e continuo sofrendo com a dor anal ao sentar. Como trabalho sentado, tenho tido muitos problemas desde outubro de 2012. Fiz o exame de toque, endoscopia, ultrassom endoretal e nenhuma anormalidade foi detectada. Minha dor é principalmente na parte mais externa do ânus, principalmente no meu lado direito, mas não tenho alterações intestinais, não sinto dor ao defecar e nenhuma alterações na fezes. Na crise não aguento ficar sentado por 5’, que a dor e ardências são insuportáveis. Qual o tratamento que o senhor me indica? Desde já, muitíssimo obrigado pela atenção!
              Resposta: O diagnostico será confirmado pelo toque, desde que o médico saiba o ponto exato, onde está o processo inflamatório. Você terá de ter paciência e fazer o tratamento com medicamentos orais associados a exercícios de fisioterapia que relaxam os músculos envolvidos com a dor e uso local de pomadas e medicamentos na forma de enema que contem substancias com ação antiinflamatoria e relaxante. Esses medicamentos são adquiridos em farmácias de manipulação.
      
         16- A minha mãe tem 75 anos, e sofre de depressão a 4 anos. Á uns 9 meses, ela tem uma dor anal  com ardência que incomoda muito e tira sua qualidade de vida. Eu já levei em vários proctologista  e gastros, já fez vários exames e toque retal que foram normais. Qual poderia ser o problema dela?
               Resposta: Eu já tratei de pacientes como a sua mãe. Não devemos esquecer que a deficiência ou falta do hormônio  estrógeno também poderá causar esta dor. Os casos leves eu tratei com fisioterapia e medicamentos orais e para os mais graves ou que responderam mal ao tratamento clinico eu associei a aplicao local de medicamento antiinflamatório com melhora na segunda aplicação.

17- Doutor sofria de intestino preso e uma dor tipo ardência no lado esquerdo do reto. Realizei uma cirurgia chamada colectomia total, para tratamento de intestino. No pós-operatório, eu tive de me adaptar as longas diarreias e a permanência da ardência retal, que piorou muito depois da cirurgia. O meu medico realizou um estudo radiológico contrastado do reto, onde fora diagnosticado uma retoceli. Ele achou que a dor tipo ardência no reto era decorrente da queda do reto. Fui operada, mas a dor no reto piorou. Dr. A minha qualidade de vida esta um inferno. Li os seus artigos sobre a tendinite retal, e queria muito ser examinada pelo senhor para um possível diagnostico e tratamento o mais rápido possível?
Resposta: Eu sinceramente, nunca realizei uma colectomia para tratar uma obstipação intestinal. A retocele na minha opinião foi consequente ao descolamento do reto para a realização da colectomia. Você já tinha a ardência ou dor retal antes da cirurgia. Eu confirmaria uma possível tendinite pelo  toque retal e faria um tratamento adequado, possivelmente com enema medicamentoso associado a aplicação local de substancia antiinflamatoria. 

18- Cóccix: Doutor após um acidente de moto, há 2 anos atrás, tenho uma dor no cóccix e já fiz, fisioterapia, acupuntura, tratei com medicamentos e está chegando ao insuportável. Conheci um paciente que tratou na sua clinica, e queria ser avaliado para seguir a mesma linha de tratamento, será possível?
Resposta:  A dor no cóccix, se chama Cocciodinea e costuma ser secundaria a traumatismos, comportamentos, como ficar sentado por muito tempo, excesso de peso e mesmo durante as evacuações. O cóccix funciona como um amortecedor, quando você senta e tem mobilidade. Geralmente os casos leves são tratados com medicamentos, antiinflamatórios não hormonais, fisioterapia, calor local com bolça de água morna enquanto os mais severos eu trato com medicamentos de uso local na forma de enema, aplicação  associada a massagem retal para reposicionamento dos ligamentos do cóccix.


19- Presado Dr. Paulo,  
Li o seu estudo a respeito de Proctalgia Fugas. Porém tenho algo semelhante e a dor é constante e mas frequente no lado esquerdo do ânus e o tempo todo. Qual exame devo fazer para confirmar essa doença?
Resposta: Geralmente os pacientes com a Proctalgia fugaz, já passaram por vários e diferentes profissionais na área da saúde. Todos os exames que os pacientes fizeram ( Ultrassom, ressonância, colonoscopia ),  geralmente são normais. A confirmação diagnostica desta patologia, eu faço pelo exame clinico proctologico. Isto está me atrapalhando muito principalmente ao dormir. Me ajude por favor.
Desde já agradeço pela atenção e fico no aguardo da sua resposta.




20- Boa tarde Dr. Paulo.
Primeiro gostaria de agradecer pelas explanações e explicações. Gostaria também de saber se atende a convênios, no caso Bradesco, onde atende e se não atende convenio, qual o valor da sua consulta. Fui diagnosticado com 5 hérnias lombares, comprimindo o nervo ciático, tenho muita dor lombar que se irradia pelas nádegas e perna esquerda e de um tempo para cá tenho algumas queimações anais que parece fogo vir de dentro do ânus, do lado esquerdo principalmente quando muito tempo sentado ou logo ao deitar. Não sangra, somente queima e dói, que algumas vezes piora com as evacuações. O senhor tem alguma ideia do que poderá ser e de como tratar. Sou obeso e fiz uma cirurgia bariátrica, há 45 dias atrás e consegui perder 25kg

Resposta: Os sintomas referidos, apontam para a Proctalgia  fugaz e tendinite, que são afecções de causa desconhecida. Na Proctalgia, a dor muitas vezes de caráter insuportável poderá aparecer e desaparecer em um curto espaço de tempo. O diagnostico eu faço pelo exame clinico proctologico,  e geralmente os exames complementares que eu peço estão normais. Na tendinite o toque no ponto exato da inflamação poderá confirmar o diagnostico. O tratamento eu costumo fazer com medicamentos de manipulação na forma de enema e pomadas e quando necessário eu associo a aplicação de substancia no local inflamado. Medidas comportamentais, e exercícios fisioterápicos que determinam o relaxamento dos músculos e tendões colaboram em muito para um melhor resultado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário