Neste Blog, o Dr. Paulo Branco irá publicar matérias sobre as suas especialidades, além de responder duvidas e interagir com seus leitores e pacientes.
Fique sempre atualizado para saber das melhores e mais inovadoras técnicas para desenvolver seu bem estar e qualidade de vida.
Envie suas dúvidas e perguntas para: paulobrancoprocto@gmail.com

Youtube - Dr. Paulo Branco

Youtube - Série especial de vídeos

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

DST: Lesbicas


Lesbicas: Estudo sobre DST
Medico: Dr. Paulo Branco
Um estudo realizado pelo governo de São Paulo sobre a saúde das lésbicas realizado com 145 lésbicas com a idade que vario entre 18 e 61 anos de idade revelou que somente 2% delas se previnem durante o sexo contra as doenças sexualmente transmissíveis ( DST ). A infecção vaginal por bactérias, diagnosticada como vaginose bacteriana, que é a responsável por 70%  dos corrimentos vaginais nas mulheres, esteve presente nesta casuística em 33,8% seguida da  infecção por fungo ( Cândida) que teve um crescimento de 25,6% em 121 culturas observadas. O protozoário de nome Trichomonas Vaginalis que poderá determinar uma coceira intensa, ardência ao urinar e um corrimento amarelo e de odor desagradável foi diagnosticado em 3,5% das pacientes. O exame de Papanicolau foi anormal em 7,7% das pacientes e foi positivo para o HPV, vírus  relacionado ao câncer de colo do útero e ao aparecimento das verrugas genitais em 6,3% das mulheres estudadas.
Nas doenças causadas pelo contato com sangue contaminado, Observou-se:
HIV: 2,9%
Hepatite B: 7%
Hepatite C: 2%
Causas: As mulheres envolvidas na pesquisa, referiram que tiveram relações sexuais sem preservativo porque:
-  Desconheciam o risco;
- Confiam nas parceiras;
- Desconhecem métodos de prevenção do sexo oral feminino.
Relataram que:
- Usaram acessórios na hora da relação: 33,1%.
- Pênis de borracha: 70,1%.
- Compartilharam brinquedos: 45%.
- Trocam a camisinha ao compartilharem o mesmo objeto: 54%.


Orientação: Dr. Paulo Branco
Para as apreciadoras de brinquedos, vibradores, pênis de borracha e as bissexuais o uso da camisinha é obrigatório, principalmente para aquele tesão de ultima hora que foi a explicação dada no meu consultório pela maioria das minhas pacientes.

Conclusão:
Você poderá fazer e ter como um habito a realização do autoexame e se perceber a presença de verrugas ( Vaginal, perianal, perineal ) corrimento, áreas de vermelhidão com ou sem coceira, procure um medico especialista para ter um diagnostico e tratamento adequados e depois retomar a sua vida sexual d

Nenhum comentário:

Postar um comentário