Neste Blog, o Dr. Paulo Branco irá publicar matérias sobre as suas especialidades, além de responder duvidas e interagir com seus leitores e pacientes.
Fique sempre atualizado para saber das melhores e mais inovadoras técnicas para desenvolver seu bem estar e qualidade de vida.
Envie suas dúvidas e perguntas para: paulobrancoprocto@gmail.com

Youtube - Dr. Paulo Branco

Youtube - Série especial de vídeos

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

TPM: Protocolo do tratamento


TPM: Protocolo do  tratamento ortomolecular

Consulta: 11-986663281 com Monica.
Consulta pelo SKYPE. monica.sinott

Definição:
São alterações físicas e psíquicas que podem ocorrer de 1 a 15 dias antes da menstruacão tão intensas do ponto de vista clinico que prejudicam a mulher desde o trabalho até suas relações sociais e pessoais, e que acometem 40 a 70% das mulheres entre os 20 e 45 anos de idade sendo 5% destas incapacitantes e 40% referem sintomas que interferem no seu dia a dia.






Causas:
Um dos aspectos que mais instigam os cientistas é a identificação das causas dessa síndrome, pois não há uma única alteração que explique as modificações clinicas observadas na mulher. O que se sabe até agora é que a síndrome é causada por vários fatores, sendo a oscilação hormonal e as alterações nutricionais que antecedem o ciclo menstrual as mais importantes.
 Teorias para explicar a TPM:
- Hereditariedade:
Os estudos mostram que filhas de mães que sofrem de TPM têm mais chances de desenvolver a doença.

- Oscilações hormonais:
Progesterona x estrógeno:
Acredita-se, por motivos óbvios, que flutuações nos níveis de estrógeno e progesterona, de alguma forma, devem ser responsáveis por todos os sintomas abaixo referidos, porém os mecanismos exatos de atuação no cérebro ainda não são conhecidos.
A progesterona é o principal suspeito de ser o responsável pelo quadro clinico desta síndrome pois o aparecimento dos sintomas coincidem com a elevação dos seus níveis que ocorre no decimo quarto dia do ciclo após a ovulação.
Alguns dos sintomas mais comuns, como o ganho de peso temporário e inchaço, são consequência do efeito direto desses hormônios progesterona e estrógeno sobre a retenção de líquidos.
Deficiência de Serotonina:
Esta baixa durante a TPM causando o mau humor característico na mulher nesta fase. Os sintomas relacionados ao humor, sono, dor e avidez por alguns alimentos como os doces estão presentes na fase da TPM na qual observa-se uma diminuição do estrógeno e também diminuição da serotonina.
Comentário: Dr. Paulo Branco
Cuidado com esta armadilha: A vontade irresistível que você tem de comer chocolate  nesta fase, é porque no chocolate tem uma substância, a feniletilamina que mimetiza a função da serotonina e melhora o seu humor e acaba ganhando aqueles quilos a mais.
- Deficiências nutricionais:
Deficiência do Ácido Gamalinolênico:
A deficiência deste ácido determina o desequilíbrio ou as oscilações hormonais relacionadas com os sintomas da TPM. 
Minerais:
Alguns minerais, como o cálcio por exemplo estão  abaixo dos seus níveis normais e deveram ser repostos como suplementos ou em uma nutrição balanceada o que melhora alguns sintomas da TPM.

Quadro clinico:
Já foram relatados mais de 150 sintomas de síndrome pré-menstrual, ou tensão pré-menstrual, e a maioria das mulheres tem pelo menos uma leve TPM nos dias que antecedem a menstruação.
Os sintomas podem durar poucas horas ou persistem por 10 dias ou mais. Um terço do mês para as mulheres com TPM prolongada.
Sintomas:
- Retenção de líquidos ;
- Mudança fácil de humor e muitas vezes sem motivo aparente;
- Irritabilidade, insônia, agressividade, depressão;
- Libido diminuído
- Dores de cabeça e nas costas;
- mamas doloridas;
- Choro fácil;
- Emoções a flor da pele;
- Diminuição do desempenho no trabalho ou na escola;
- Isolamento social;
- Apetite: Aumento do apetite e consequentemente por um ganho de peso;
- Compulsão por doces;
- Aparecimento de Acnes.
- Agravamento de outros problemas respiratórios, alérgicos e visuais.


Tratamento Ortomolecular:
Poderá ser realizado alguns dias antes da mestruação ou mesmo durante meses e constará de:
- Reeducação alimentar:
Permitidos: Alimentos com leve ação diurética, que atuem como antiinflamatorios e  que sejam ricos em minerais.
Evitar: Os alimentos que piorem as oscilações hormonais, como a carne vermelha por exemplo cuja gordura saturada aumenta a produção de estrógeno ou os doces que estimulam a produção da insulina que piora as inflamações.
- Exercício Físico:
O exercício físico trás um beneficio enorme pelo fato de aumentar a produção de endorfinas que lhe dá relaxamento e a serotonina que recupera o bom humor.



Deveremos prescrever:
Ácidos graxos essenciais: Tem ação antiinflamatoria e restabelece o equilíbrio hormonal.
Minerais: Cerca de 90% das pacientes referiram melhora dos sintomas da TPM após a ingestão dos minerais adequados.
Serotonina: Poderão ser prescritos medicamentos ou precursores da serotonina.
Antidepressivos: Estudos clínicos revelaram baixas taxas de bons resultados com a prescrição de antidepressivos orais, entre 30% a 50%.
Anticoncepcionais: É um tratamento hormonal que melhorou e piorou os sintomas da TPM.
Acupuntura Auricular:
É uma boa alternativa por estimular na região auricular os pontos liberadores de serotonina e endorfinas responsáveis pelo bem-estar e controle emocional das
pacientes e também o ponto renal para melhorar a retenção liquida e edema presentes nesta síndrome.
Terapias de relaxamento: Para diminuir o estresse e a tensão.
Dicas para se relacionar com pessoas acometidas pela síndrome:
1- Não discuta, mesmo que você não concorde, deixe para argumentar em outro momento que seja mais oportuno;
2- Tente ser amável e gentil. Elogie pequenas coisas ou atitudes;
3- Evite apresentar problemas ou deixe para falar sobre eles depois;
4- Respeite o seu silencio ou o direito a solidão. As vezes a mulher quer ficar sozinha ou calada nesta fase, seja compreensível.


Conclusão: Dr. Paulo Branco
Embora a TPM seja um quadro hormonal, e não psicológico, o estado de espírito e a predisposição da mulher quando se aproxima o período menstrual indubitavelmente contribuem para diminuir ou aumentar os sintomas. Se você teme a TPM e se sente impotente, a depressão, a irritabilidade e as crises de choro serão muito piores. Metade das medidas aqui descritas para que você assuma o controle da situação passam por alterações comportamentais e alimentares  que deveram ser assimiladas por você e a outra metade é a orientação medica através da prescrição de nutrientes que melhoram os sintomas da TPM. Essas medidas simples poderão ter um impacto fisiológico e psicológico no seu estado de ânimo com a aproximação do período menstrual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário